segunda-feira, 27 de maio de 2013

Motor Stirling caseiro e 4 pistões diferentes testados - DIY Stirling Engine 4 different pistons





Nos últimos tempos, ocorreram alguns imprevistos com a conclusão do meu motor Alfa simples, onde um amigo oculto, está me fornecendo umas seringas com ponta de metal, para solucionar meu problema de vedação, na qual tenho só a agradecer ele.
Objetivo do motor simples em lata é ampliar meu conhecimento com pistão deslocador feito em lã de aço, diminuir o número de componentes, manter a simplicidade e obter um razoável desempenho. Neste modelo não instalei bucha no cabeçote, que está aprovado no teste de resistência.
Construí meu primeiro motor com pistão deslocador feito em lã de aço, que inicialmente não funcionou. A vedação estava perfeita e não havia atrito!
O brasileiro Kelvin (http://www.youtube.com/channel/UCpd9A6QvAabOqjmhR0CQ2eg/), me informou que enrolou a lã de aço bem fofa, no formato de um pistão. Pois eu havia enrolado sob pressão a lã sobre a haste, então resolvi refazer este pistão e em fim funcionou.
1° GERAÇÃO de pistão deslocador (todo em lã de aço) e o motor atingiu no máximo 500 RPM (com a lã bem fofa);
2° GERAÇÃO de pistão deslocador, colei a lã de aço envolta da lata de Red Bull (53mm de diâmetro), tendo um pistão misto em suas características. Está lã de aço tem o seu papel de regeneração (calor que seria rejeitado pelo motor sendo reaproveitado). No teste do 2° pistão, obtive boa força e velocidade, sendo que o motor atingiu 650 RPM!
3° GERAÇÃO de pistão deslocador, desta vez usei como pistão uma lata de aerossol Rexona (45mm de diâmetro), com lã de aço colado em volta do pistão e os mesmo 70mm de comprimento. No teste do 3° pistão o motor atingiu 750 RPM e se manteve em 710 RPM e com uma razoável força.
4° GERAÇÃO de pistão deslocador, diminui pela metade o comprimento do pistão (35mm) e mantive a mesma lata de aerossol Rexona (45mm de diâmetro), com lã de aço colado envolta do pistão, além de reduzir o comprimento do cilindro quente. Com essa alteração não obtive uma melhora na rotação, já a força aumentou consideravelmente. Sendo que em rotação livre, atingiu picos de 780 RPM, mantendo-se em 720 RPM.
Conclusões: Neste novo motor, foi necessário o uso de água para seu resfriamento, nos demais motores não era tão necessário, isso ocorre devido a instalação do regenerador em volta do pistão deslocador, onde acontece um aumento da temperatura interna do motor.
A potência que este motor já dispõe é possível alimentar até 15 Leds, isso usando a chama com a mesma intensidade apresentados nos meus demais vídeos.